10
MAI.
2022

Brasil está entre os 5 países com mais imóveis sustentáveis do mundo

A construção civil entrou de vez na dança do ESG (sigla em inglês para práticas ambientais, sociais e de governança).

De todas as atividades praticadas pelo ser humano, essa é uma das que mais têm impacto no meio ambiente.

Segundo o Conselho Internacional da Construção (CIB), mais de um terço dos recursos naturais extraídos no Brasil são para a indústria da construção e 50% da energia gerada abastece a operação das edificações.

O setor também é um dos que mais produzem resíduos sólidos, líquidos e gasosos, sendo responsável por mais de 50% dos entulhos, entre construções e demolições.

Para acelerar a transformação da indústria em direção à sustentabilidade, o Green Building Council Brasil (GBC Brasil), entidade sem fins lucrativos presente em mais de 80 países, atua em diferentes frentes, unindo empresas de todas as fases da construção – de projetos e fornecedores de materiais a contratantes de obras, construtoras e incorporadoras – a fim de fomentar práticas ecologicamente efetivas.

Os demais países que compõem o top 10 são Coreia do Sul, Turquia, Alemanha, México, Taiwan e Espanha. Os empreendimentos que recebem este selo são reconhecidos por reduzirem o desperdício de água e energia, minimizarem as emissões de carbono e viabilizarem economia financeira para famílias e empresas. Assim, eles contribuem para a saúde e o bem-estar da população, que percebe que a sustentabilidade não é benéfica apenas para o meio ambiente, mas para toda a sociedade.

Gostou? Compartilhe:
Deixe seu comentário:

Anterior

Próximo

Andáz Cabral: Conforto e Luxo no Cabral
Empreendimento Nillo: Viva no Bom Retiro
Estamos Online